Ecommerce: 5 Perguntas Básicas Antes de Criar a Sua Loja Online

Se a sua loja tem boas receitas mensais e mesmo assim não está posicionado a nível online, a verdade é que pode estar a perder uma oportunidade de ouro de aumentar o seu rendimento mensal. Claro que uma loja online nem sempre é fácil de criar, mas com o acesso às novas tecnologias, plataformas como a Udemy, Coursera, e até mesmo o Youtube, são uma preciosa ajuda para encontrar tutoriais de como criar uma loja online básica, e rapidamente, pois nós bem sabemos que os negócios pequenos têm uma verba reduzida, e com falta de pessoas qualificadas para esta área em específico. Caso necessite de um profissional especializado nesta área, recomendo-lhe desde já o Sílvio Tiago Almeida, uma referência para mim.

E-Commerce Banner Tiago Almeida Nogueira

Sendo assim, dê muita importância a estas 5 questões na altura de criar a sua loja online

  1. Por onde começar a construir uma loja online?

Se já tem um site, será mais fácil incorporar um modelo de Ecommerce, se possível, dentro do site já existente. Se tal não for possível, ou criar incompatibilidades, recomendo-lhe que pondere em repensar novamente a sua presença online desde o início. Até aqui tudo certo, mas como dito anteriormente, não tem as skills necessárias para criar um site, correto? Sendo assim, há várias possibilidades. Pode ponderar em contratar uma agência especializada, um consultor freelancer ou até mesmo, se tiver uma disponibilidade maior, seguir um tutorial, dos muitos que se encontram no Youtube. Se escolher por criar o seu site em WordPress, tenha em atenção que em Portugal há uma comunidade muito grande, onde poderá encontrar freelancers especializados a um preciso bastante acessível.

 

2. Sistema de Pagamento 

O sistema de pagamento é algo complexo numa primeira abordagem, mas fácil de instalar. Contudo, o mais importante de tudo é ter em atenção as várias opções que existem. Na maior parte das lojas online, o sistema de pagamento que domina é o PayPal pela segurança que transmite aos clientes, e pela possibilidade de fazer Recall ao pagamento.  Contudo, a percentagem que o PayPal cobra ainda é bastante alta, pelo que muitos utilizadores continuam a preferir utilizar o cartão de crédito para os pagamentos. Estes são os métodos mais seguros, apesar de parecerem mais complicados e que darão credibilidade à sua loja online, protegendo o cliente. Em nenhuma circunstância utilize o pagamento por transferência bancária (NIB/IBAN).

3. Custos de Envio

Como é que irá calcular os custos de envio dos seus produtos? Se enviar para toda a Europa, como irá fazer essa diferenciação? Por país? Por transportadora? Irá utilizar a mesma para Portugal e Alemanha? São questões que deverá ter em consideração antes de iniciar o envio de qualquer encomenda. Mas irá notificar os seus clientes do custo extra de envio, além do preço do produto? Ou talvez pondere em oferecer os portes de envio? Talvez os ofereça acima de um certo valor? Tudo isso irá depender do seu modelo de negócio e da quantidade de encomendas que consiga expedir por dia. Tenha, também, em consideração o tempo de expedição de cada encomenda. Quanto mais baixo o tempo de expedição, por pouco mais caro que seja, é uma mais valia e irá contribuir para criar valor aos olhos do seu público e criar uma fidelização, graças ao elevado grau de satisfação que proporcionou.

4. Partilha Social e Classificação

Para ser mais fácil entender, e porque é mais conhecido em inglês, estamos a falar de social sharing e reviews. Deverá “dar” permissão aos seus clientes para fazerem reviews dos seus produtos? Está comprovado que classificar produtos leva a um aumento das vendas, pois isso aumento a confiança dos outros clientes. Contudo, isto também pode levar a comentários negativos. Mas apesar de se querer precaver, tem que ter em atenção as vantagens a nível de faturação e aumento do volume das vendas que isto poderá trazer-lhe. Tem é que estar sempre a par das críticas que os seus clientes lhe façam, quer negativas, quer positivas, e ter sempre uma resposta pronta para gestão de crises e conflitos.

A partilha social é também uma arma eficiente, pois permite que os seus clientes e seguidores partilhem os seus produtos e serviços nas diferentes redes sociais, quer no Facebook, quer no Twitter, bem como criar um álbum de produtos no Pinterest, se esse for o seu caso. Esta provado que através das partilhas nas redes sociais, as vendas aumentam, pois tal feito leva a um aumento da sua audiência e à maior notoriedade do seu negócio.

5. Fotografias, Imagens & Descrições

O nosso maior receio ao adquirir um produto numa loja online é que o mesmo não seja aquilo que esperamos dele. Não podemos vê-lo com os nossos olhos, não podemos toca-lo, e se for um perfume nem sequer cheira-lo. Por isso, há que especificar pormenorizadamente aquilo que estamos a vender. Como tal, as fotografias/imagens dos produtos, que estão na sua loja online, devem ser o mais profissionais possíveis. Se tiver muitos produtos, talvez seja um pouco dispendioso contratar um profissional para fotografar todo o seu negócio, mas se o seu negócio se centrar em poucos, talvez o investimento seja uma mais valia futura. Se não tiver condições para suportar estas despesas, lembre-se que há câmeras fotográficas com boa qualidade a preços acessíveis, tendo em atenção que deverá posicionar bastante luz e um tripé para manter o máximo profissionalismo possível. Há várias técnicas para fotografar produtos, bastante simples e que podem ser feitas em casa, com o menor orçamento possível, usando um smartphone. Tudo depende da sua força de vontade e do proveito que sabe tirar da Internet!

Claro que estes 5 tópicos são talvez os mais essenciais, mas isto não quer dizer que não encontrará outros daqui em diante, relativos aos custos e ao retorno da sua loja online, por exemplo. Uma loja online parece mais simples do que realmente parece, mas actualmente é algo que está ao alcance de todos e os custos são mínimos, por isso, dê o melhor pelo seu negócio e siga-me a minha página do Facebook e do Linkedin para acompanhar todo o meu trabalho!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *